De todos os meus apelidos, que nem são tantos, Jabuticaba é simplesmente o que eu mais gosto.

Ironicamente, odeio a fruta. Minha avó materna sempre me chamou assim… Por óbvio, pelos meus olhos… Já é completamente adorável o fato de ser um apelido de vó… Mas além disso, acho totalmente simpático e gosto mais ainda (e não sei por que) que seja um apelido não relacionado ao meu nome..

E aí entra toda uma coisa com o meu nome e o uso dele pelos meus pais. Odeio ser chamada pelo meu nome.  Tenho sempre a impressão de estarem brigando comigo… Culpo meus pais.

E aí que eu me fodo. Vanessa. Não é um nome que as pessoas automaticamente transformam em apelido, como Ju-liana ou Lu-ciana e menos ainda desses que viram diminutivos… Aninha, Claudinha… Não existem la muitas Vanessinhas…

Me sobram Va e Nessa. Acho mais bizzarro ainda que meu nome se divide e cada pedaço se torna um apelido…

Meus amigos me chamam de Nessa. Pessoas que convivem pouco e resolvem me apelidar usam Va vez ou outra… Dia desses uma cliente começou a me chamar de Van. Ainda estou me acostumando…

E é aí que eu me volto pra Jabuticaba. É meu. Ninguém deduz, ninguém sabe. É carinhosamente meu e não de qualquer Vanessa…

Anúncios