Recebi um e-mail desses de corrente. Desses que a polícia p-e-d-i-u encarecidamente para que repassassem.

Não vou copiar o e-mail todo pra não parecer que eu to propagando a coisa. Vou resumir.
Garoto ouve criança chorando,vai olhar, leva uma tijolada e é sequestrado. Sequestradores pedem $, recebem, devolvem o garoto. The end.

Mas aí é que fica divertido. E essa parte eu vou ter que copiar:

…”A família encontrou uma estranha cicatriz na barriga do menino e o levou para o hospital, para que os médicos lhe examinassem. A surpresa foi que lá dentro (da barriga do garoto) foi encontrado um bilhete plastificado com a seguinte frase: ‘O dinheiro pode salvar a vida de seu filho, mas não pode poupá-lo da morte…’. ”

Foi quando o que parecia estranho virou surreal. Se o menino acabou de ser sequestrado e devolvido, não tem como ele ter uma cicatriz, concorda? Ele pode ter, no máximo, um corte mal suturado.

Continuando…

‘O dinheiro pode salvar a vida de seu filho, mas não pode poupá-lo da morte…’ Se salva a vida, COMO que não poupa da morte? Viver não é tipo o contrário de morrer????

Opa. E quando você acha que o e-mail não pode ficar mais legal, eis que você lê: A POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO JÁ ESTÁ AVISANDO A POPULAÇÃO: NÃO PASSE EM FRENTE CONSTRUÇÕES OU CAÇAMBAS DE LIXO.

Assim, tudo em C-A-P-S-L-O-C-K que é pra chamar a atenção. Então vamo todo mundo combinar que ninguém mais passa perto de construção nem caçamba. Deal? Fosse em NY ninguém mais saia de casa.

Parei de ir à Obra.

Recado dado. Fale pra 1 pessoa. Ela pode falar pra 1000.

Anúncios